Um novo #MeToo? Director de escola de circo investigado por assédio sexual

Uma ex-aluna da Salto International Circus School, na Maia, apresentou queixa por assédio sexual na Polícia Judiciária, mas o que está a agitar as águas é uma conta no Instagram onde outros relatos têm sido publicados. Federação Europeia de Escolas Profissionais de Circo suspendeu a escola. Direcção apresentou queixa por difamação. Alunos pedem código de conduta e sistema de comunicação de eventuais abusos.

Foto
Sebastião Peixoto

A queixa foi apresentada por uma jovem alemã em Fevereiro de 2020. Acusa o director da Salto International Circus School, na Maia, de toques e comentários inapropriados. O visado nega as acusações.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários