United volta a perder e Solskjaer fica ainda mais fragilizado

Com Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes no “onze”, a equipa de Manchester foi derrotada em Leicester, por 4-2.

Foto
Reuters/CARL RECINE

Após uma derrota (Aston Villa) e um empate (Everton) em Old Trafford, o Manchester United somou neste sábado o terceiro jogo consecutivo sem vencer na Premier League, fragilizando ainda mais a posição do treinador norueguês Ole Gunnar Solskjaer.

Em Leicester, contra uma equipa de Ricardo Pereira (foi titular) que não vencia há três jogos, Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes não marcaram, mas foram os erros defensivos dos “red devilds” que se revelaram decisivos para o triunfo dos “foxes”, por 4-2.

Prestes a iniciar uma sequência de cinco jogos temíveis em apenas dias 13 dias - duplo duelo com a Atalanta na Liga dos Campeões; confrontos com o Liverpool, Tottenham e City na Premier League -, o Manchester United de Solskjaer voltou a mostrar muitas debilidades.

Em Leicester, contra uma equipa de Brendan Rodgers que está a ter um início de época intermitente, um grande golo de Greenwood, assistido por Bruno Fernandes, ainda deu vantagem ao United, mas Tielemans restabeleceu o empate 12 minutos depois. Ao intervalo, já eram os “foxes” que mereciam estar na frente.

Na segunda parte, a formação de Manchester pareceu querer assumir o controlo e procurar a vitória, mas aos 75’ Tielemans quase bisou - acertou no poste. Três minutos depois, Caglar Soyuncu foi mais certeiro e colocou mesmo o Leicester na frente.

A partir daí, o jogo tornou-se frenético e, em menos de dois minutos, Rashford empatou e Vardy restabeleceu a vantagem dos anfitriões, em dois lances com erros defensivos.

Mesmo jogando mal, o United voltou a procurar o empate e assustou Schmeichel, mas já no período de descontos, Daka apareceu completamente sozinho ao segundo poste – falha de Maguire – e acabou com as dúvidas, fazendo o 4-2.