Capitalismo, século XXI: salve-se quem puder, se puder

Exercícios para Joelhos Fortes disseca as práticas laborais contemporâneas numa sucessão de quadros que Carla Bolito encena com um poderoso distanciamento sentimental.

mulheres,critica-teatro,trabalho,critica,teatro,culturaipsilon,
Fotogaleria
Encenação de Carla Bolito para texto do dramaturgo Andreas Flourakis alípio padilha
mulheres,critica-teatro,trabalho,critica,teatro,culturaipsilon,
Fotogaleria
Álvaro Correia e Rita Rocha em palco alípio padilha

Uma mulher de joelhos fincados no chão como uma penitente implora ao filho que largue o telemóvel e faça qualquer coisa útil. Esta mãe, consciente de quão patética e humilhante é a sua subserviência perante o rapaz que pariu, abriga e sustenta, é porém também uma directora de empresa acabando de encontrar uma nova maneira de achincalhar os funcionários que ameaçou de despedimento — o que não vai tardar nada.