Alargamento do uso da videovigilância pelas forças de segurança aprovado na generalidade

Proposta do Governo teve o apoio do CDS, PAN e Chega, mas dois deputados socialistas abstiveram-se e outras duas votaram contra. Diploma ainda não tem a larga maioria dos pareceres das entidades que lidam com a questão da videovigilância.

Foto
Reforço da videovigilância foi aprovado pela Assembleia da República em votação na generalidade Nuno Ferreira Santos

A proposta de lei do Governo que alarga exponencialmente o âmbito do uso da videovigilância pelas forças de segurança, incluindo as chamadas bodycams, e que permite a captação e tratamento de dados biométricos para efeitos de prevenção de actos terroristas foi aprovada na generalidade no Parlamento.

A verdade faz-nos mais fortes

Das guerras aos desastres ambientais, da economia às ameaças epidémicas, quando os dias são de incerteza, o jornalismo do Público torna-se o porto de abrigo para os portugueses que querem pensar melhor. Juntos vemos melhor. Dê força à informação responsável que o ajuda entender o mundo, a pensar e decidir.

A proposta de lei do Governo que alarga exponencialmente o âmbito do uso da videovigilância pelas forças de segurança, incluindo as chamadas bodycams, e que permite a captação e tratamento de dados biométricos para efeitos de prevenção de actos terroristas foi aprovada na generalidade no Parlamento.

A carregar...