Um dia de boas notícias para o Barcelona

Catalães voltam às vitórias, triunfando por 3-0 sobre o Levante antes de irem à Luz para defrontar o Benfica. E um novo 10 subiu ao relvado de Camp Nou para brilhar.

Foto
Memphis Depay marcou o primeiro golo do Barcelona Reuters/ALBERT GEA

Tem sido uma época de desastre em desastre para o Barcelona. O primeiro de todos, claro, foi a saída sem glória de Lionel Messi porque o clube catalão já não lhe podia pagar. E a temporada tem sido de acordo com as piores previsões, recheada de empates e derrotas e apenas com uma ocasional vitória. Mas, poucos dias antes de defrontar o Benfica na Luz para a Liga dos Campeões, o gigante catalão reencontrou-se com os bons resultados e as boas exibições, triunfando em Camp Nou por 3-0 sobre o Levante.

Pelo menos por um dia, a equipa de Ronald Koeman pareceu uma equipa com um plano. E o seu visitante valenciano pouco podia fazer para contrariar a tremenda superioridade dos “blaugrana”. Logo aos 7’, Memphis Depay colocou o Barça em vantagem, na conversão de um penálti, e, aos 14’, foi Luuk de Jong a fazer o 2-0, após assistência de Sergiño Dest. Koeman, o contestado, não podia esperar melhor início de jogo para combater a crise, ele que tem sido chamado a defender a sua estratégia de apostar nos “canteranos” em tempos de crise desportiva e financeira.

Já estava bem encaminhada a primeira vitória em quase um mês para o Barcelona, quando, a dez minutos do fim, Koeman cumpriu o prometido. Meteu em campo o novo 10 do Barcelona, aquele que ficou com o número que foi de Messi durante tanto tempo. Ansu Fati já não jogava desde Novembro de 2020, devido a uma grave lesão no joelho esquerdo, mas estava ali, a subir ao relvado de Camp Nou, a concentrar em si as esperanças de futuro de todos os “culé”.

E foi do jovem que nasceu na Guiné-Bissau que veio o momento da tarde. Já estava tudo mais do que decidido, mas o miúdo de 18 anos não queria que este regresso fosse apenas presencial. Aos 91’, Fati pegou na bola, foi com ela até à área do Levante e, de pé direito, disparou para o fundo da baliza e para o 3-0. O seu regresso foi outra das boas notícias para um Barcelona que pareceu com outra frescura mental e física e preparado para a viagem à Luz na próxima quarta-feira.