Candidatos sub-23: cansados da política fechada em gabinetes, eles querem acordar a democracia

Na luta pela liderança de municípios e juntas de freguesia nos próximos quatro anos, há jovens da geração Z inconformados com uma visão “ultrapassada” da política. Separados por divergências ideológicas, oito candidatos sub-23 cruzam-se numa opinião: “Os jovens não estão desligados da política. Estão desligados da politiquice.”

Foto

A poucos dias de um regresso às urnas para as eleições autárquicas de 2021, o P3 falou com candidatos dos oito partidos parlamentares. Partilham a energia e irreverência da juventude —​ todos têm até 23 anos — e a insatisfação com um sistema político que parece reservado às gerações mais velhas, que acumulam anos de experiência, e se tornou sério, sóbrio