O efeito Ronaldo ao contrário. Sem CR7, United eliminado na Taça da Liga

Red devils” perdem com West Ham United em Old Trafford. Nuno Espírito Santo leva a melhor sobre Bruno Lage nos penáltis.

Foto
Lanzini marcou o golo do triunfo do West Ham Reuters/JASON CAIRNDUFF

Não há grandes dúvidas sobre o efeito Cristiano Ronaldo no Manchester United (golos e vitórias), e, nesta quarta-feira, também deu para ver o reverso desse efeito. Sem Cristiano Ronaldo, os “red devils” ficaram a zeros e foram eliminados da Taça da Liga inglesa, perdendo com o West Ham United em Old Trafford por 0-1, poucos dias depois de terem vencido os “hammers” para a Premier League inglesa com um golo do avançado português.

Solskjaer poupou CR7 (que já marcou quatro golos em três jogos desde que regressou ao United) à Taça da Liga e deixou Bruno Fernandes no banco, e o United acabou por ceder frente à equipa londrina orientada por um antigo treinador seu, David Moyes. O argentino Lanzini marcou o único golo do jogo aos 9’ e o West Ham defendeu essa vantagem até ao fim.

Esta eliminatória da Taça da Liga colocou frente a frente duas equipas treinadas por portugueses. O Tottenham de Nuno Espírito Santo levou a melhor sobre o Wolverhampton de Bruno Lage, triunfando no desempate por penáltis após um empate (2-2) no tempo regulamentar.

Os “spurs” estiveram em vantagem por 2-0, mas os “wolves” conseguiram nivelar o resultado, com um dos golos a ser marcado por Daniel Podence.

Nos penáltis, o Tottenham foi quem menos falhou, enquanto Rúben Neves foi um dos jogadores do Wolverhampton que não conseguiu marcar a partir dos 11 metros.

Nos restantes jogos da terceira ronda disputados nesta quarta-feira, imperou a lei do mais forte. O Chelsea seguiu em frente com um triunfo nos penáltis sobre o Aston Villa (1-1 nos 90’), enquanto Arsenal, Leicester e Brighton afastaram, respectivamente, Wimbledon (3-0), Milwall (0-2) e Swansea (2-0).