João Almeida recupera liderança da Volta ao Luxemburgo

Foto
João Almeida é líder da Volta ao Luxemburgo Reuters/JENNIFER LORENZINI

João Almeida (Deceuninck-QuickStep) foi nesta sexta-feira segundo classificado no contra-relógio individual da quarta etapa da Volta ao Luxemburgo em bicicleta, voltando à liderança da geral a um dia do fim.

Almeida, que já tinha vencido a primeira etapa, cumpriu os 25,4 quilómetros com partida e chegada em Dudelange em 17m35s, sendo apenas batido, por dois segundos, pelo italiano Mattia Cattaneo, seu colega de equipa, com o dinamarquês Mattias Skjelmose Jensen (Trek Segafredo) em terceiro, a 26s do vencedor.

O português, campeão nacional do “crono”, subiu à liderança da geral, tendo agora 43 segundos de vantagem para o anterior líder, o suíço Marc Hirschi (UAE Emirates), segundo, e Cattaneo, terceiro a 50s.

Almeida já era o terceiro português a vencer no Luxemburgo, depois de Joaquim Agostinho, em 1969, e Acácio da Silva, em 1983 (ganhou ainda o prólogo de 1990), e nesta sexta-feira revalidou as expectativas de antes do arranque da prova, em que era apontado como um dos principais favoritos, se não o principal, à conquista da prova.

A época de 2021, que será de despedida da Deceuninck-QuickStep, a caminho da UAE Emirates, tem dado a João Almeida uma série de bons resultados, do sexto lugar final na Volta a Itália ao título nacional do “crono”.

Estreou-se, depois, a vencer no World Tour na Volta a Polónia, com duas etapas e a geral final, e mostrou boas pernas nos Europeus de estrada, sendo 14.º na prova de fundo, seguindo em bom plano antes dos Mundiais de estrada, que arrancam domingo.

O português reforçou ainda a liderança da classificação dos pontos, reassumindo também o primeiro posto na tabela da juventude.

A 81.ª Volta ao Luxemburgo termina no sábado, com 183,7 quilómetros entre Mersch e a cidade do Luxemburgo, com duas contagens de montanha de primeira categoria, e outra de categoria especial, nos primeiros 115 quilómetros.