Vitória com reviravolta para a Roma na Liga Conferência

Tottenham não foi além de um empate em casa do Rennes, no Grupo G.

Foto
Pellegrini apontou dois dos golos da Roma Reuters/ALBERTO LINGRIA

A aventura da Roma na primeira edição da Liga Conferência, a terceira prova da hierarquia de clubes da UEFA, continua a correr de vento em popa. Nesta quinta-feira, os italianos golearam o CSKA Sófia (5-1) na 1.ª jornada do Grupo C, mas foram obrigados a virar o resultado no Estádio Olímpico.

Foram os búlgaros a surpreender e a inaugurar o marcador aos 10’, por Graham Carey, mas a superioridade da Roma era notória e a materialização desse ascendente uma questão de tempo. Lorenzo Pellegrini empatou aos 25’, com um chapéu de altíssimo calibre, e El Shaarawy assinou o 2-1 antes do intervalo.

No segundo tempo, José Mourinho foi lançando Ibanez, Cristante e Veretout, e os romanos ainda ampliaram a vantagem. Primeiro depois de uma arrancada do lateral Calafiori que terminou com a emenda (feliz) de Pellegrini, depois com uma recarga de Mancini após remate ao poste de Smalling (82').

A cinco minutos do fim, foi a vez de Tammy Abraham, uma das grandes contratações dos romanos, concluir com classe um bom lance ofensivo dos italianos, conferindo ao triunfo contornos de goleada. 

Como os noruegueses do Bodo/Glimt também venceram (bateram o Zorya por 3-1), partilham o comando do Grupo C com a Roma, que soma três pontos, mais dois do que o Tottenham, no Grupo G. 

Os “spurs”, sob a orientação de Nuno Espírito Santo, deslocaram-se a França e o melhor que conseguiram foi um empate (2-2) no terreno do Rennes. Um autogolo de Loic Bade ainda colocou os londrinos na frente, mas os anfitriões empataram antes do intervalo (Tait) e deram a volta aos 72’, por Laborde.

Embora tenha tido mais posse de bola (55%), o Tottenham somou quase metade dos remates do Rennes, mas um deles acabou por valer o empate, da autoria do internacional dinamarquês Höjbjerg, aos 76’. Esta repartição de pontos deixa o Vitesse isolando no comando da classificação, depois de ter vencido em casa dos eslovenos do Mura (0-2).