Der Spiegel descobre em Odemira uma agricultura que agride o ambiente e os trabalhadores

Um proprietário admite à equipa de reportagem que os padrões de qualidade dos supermercados britânicos são mais rigorosos que a lei e as autoridades portuguesas.

Foto
Jose Fernandes

O semanário alemão Der Spiegel publicou há uma semana uma extensa reportagem sobre as culturas intensivas de frutos vermelhos (framboesas, morangos e mirtilos) produzidos em Odemira para a Europa rica consumir ao pequeno-almoço. E o retrato traçado é tudo menos abonatório para esta produção nacional: “Os trabalhadores migrantes e a maior reserva natural do país estão a sofrer com o boom” desta cultura na região, escreve

Sugerir correcção
Ler 84 comentários