Vacinas (quase) à discrição e música até à 1h: a noite num centro de vacinação com DJ

A 14 de Agosto, o centro de vacinação do ACES de Loures esteve aberto até de madrugada e contou com a presença de um DJ para cativar os mais novos. As opiniões, no entanto, dividiram-se: será a música terapêutica ou uma estratégia desadequada?

jovem,p3,loures,saude,musica,vacinas,
Fotogaleria
Daniel Rocha
jovem,p3,loures,saude,musica,vacinas,
Fotogaleria
Daniel Rocha

Com música a sair das colunas de som e o DJ Puto Márcio a animar os mais jovens, o ambiente no centro de vacinação de Loures, neste sábado, foi o mais próximo de uma discoteca que muitos dos presentes tiveram nos últimos meses. De um modo geral, os jovens concordam: a sua faixa etária quer ser vacinada o quanto antes, com ou sem música. Se, para alguns, o DJ set ajudou a descontrair num momento de nervosismo, para outros foi desadequado.