“Não libertem o vosso peixe-dourado num lago”, pede cidade americana

Após vários peixes-dourados gigantes terem sido encontrados no lago Keller, o estado norte-americano do Minnesota recorreu às redes sociais para apelar aos moradores para não abandonarem os seus peixes.

Foto
Burnsville, Minnesota | Facebook

Em Burnsville, no estado norte-americano do Minnesota, os moradores e locais foram alertados e aconselhados a não abandonarem os seus peixes-dourados na natureza, após vários da mesma espécie terem sido encontrados no lago Keller. A cidade recorreu ao Twitter e ao Facebook para alertar os moradores, pedindo que considerem outras opções para encontrar uma nova casa para os seus peixes, como “pedir a um amigo ou vizinho responsável para cuidar dos mesmos”. 

Em aquários, o peixe-dourado cresce até 5,1 centímetros, mas em cursos de água, segundo as Autoridades da Vida Selvagem, a espécie cresce e reproduz-se mais rapidamente, podendo dominar as outras espécies nativas e causar perturbações nos ecossistemas

Em Burnsville, segundo o responsável pelos recursos naturais da cidade, Daryl Jacobson, antes da investigação e avaliação realizada em parceria com Apple Valley e a empresa Carp Solutions sobre a população de peixes-dourados no lago Keller, já havia relatos da presença da espécie de peixes no lago. Ao USA Today, Daryl confessou: “Ficámos surpreendidos com o tamanho dos peixes”.

Esta não é a primeira ocorrência do género. Em Outubro de 2020, as autoridades já tinham removido cerca de 50 mil peixes-dourados de um riacho, no condado de Carver. Em 2017, a autarquia de Munique, na Alemanha, alertou para o facto de outras espécies de peixes estarem a morrer à fome devido à introdução de peixes-dourados nos seus ecossistemas.