Max Verstappen vence o Grande Prémio da Áustria

Lewis Hamilton terminou em quarto lugar. Valtteri Bottas foi segundo classificado e alcançou o melhor resultado do ano.

Foto
Max Verstappen lidera Mundial de pilotos LUSA/Christian Bruna / POOL

Max Verstappen venceu este domingo o Grande Prémio da Áustria, a nona prova do Mundial de Fórmula 1, e aumentou a vantagem sobre Lewis Hamilton (Mercedes) na classificação geral.

Esta foi a terceira vitória consecutiva de Verstappen, a quinta em 2021, numa corrida em que partiu da pole position e que liderou do início ao fim. Com este triunfo, o holandês consolida a liderança do Mundial de pilotos: aos 25 pontos da vitória, soma mais um da volta mais rápida. O piloto da Red Bull tem agora 182 pontos, mais 32 que Lewis Hamilton, segundo classificado.

Verstappen surpreendido com resultado

Verstappen, que já tinha vencido no mesmo circuito o Grande Prémio da Estíria, no passado domingo, deixou o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) na segunda posição, a 17,973s, conseguindo o melhor resultado do ano. O pódio ficou completo com o britânico Lando Norris, a 20,019s. Carlos Sainz (Ferrari) foi o quinto classificado e Sergio Pérez (Red Bull) terminou em sexto lugar.

O sete vezes campeão mundial da Mercedes Lewis Hamilton não foi além de um quarto lugar. O piloto britânico ficou a 46,452s de Max Verstappen. Hamilton ainda chegou a estar no segundo lugar, mas acabaria por cair até ao quarto lugar devido a problemas no carro.

No final da corrida, Verstappen mostrou-se surpreendido com o resultado da prova deste domingo: “foi muito agradável conduzir hoje. Estou um pouco surpreendido com o que aconteceu. Nem sempre é fácil quando és o favorito. Estas duas semanas foram incríveis”, atirou o piloto holandês.

Já Valtteri Bottas deu destaque à boa prova feita pelos adversários da McLaren: “é bom estar no pódio novamente em segundo lugar. A McLaren foi muito rápida hoje, eles estavam a colocar pressão”.

Corrida marcada por várias punições

Os instantes iniciais do Grande Prémio da Áustria ficaram marcados por um incidente logo nas primeiras voltas. Lando Norris (McLaren Mercedes) fez Sergio Pérez (Red Bull-Honda) sair da pista e cair da terceira para a décima posição, o que resultou numa penalização de cinco segundos para o piloto britânico.

Yuki Tsunoda foi também penalizado em cinco segundos por ter pisado a linha branca ao entrar nas boxes. Houve, de facto, várias punições ao longo da corrida. Charles Leclerc e Sérgio Pérez também não escaparam.

A prova terminou com uma colisão entre Sebastian Vettel e kimi Raikkonen. Os antigos campeões do Mundo acabaram na gravilha.

O Mundial de Construtores continua a ser liderado pela Red Bull com 286 pontos, face aos 242 da Mercedes. A Mclaren Mercedes é terceira classificada com 141.

A Fórmula 1 regressa no próximo domingo, dia 18, com o Grande Prémio da Grã-Bretanha, no Circuito de Silverstone.