Primeira parte alucinante da Ucrânia serviu para bater Macedónia do Norte

Primeira parte alucinante da equipa de Shevchenko valeu dois golos apontados pelos suspeitos do costume Yarmolenko e Yaremchuk.

Foto
A festa dos jogadores ucranianos Reuters/DANIEL MIHAILESCU

Numa partida de grande intensidade entre duas equipas ainda sem pontos neste Euro, a Ucrânia bateu a Macedónia do Norte, por 2-1, esta quinta-feira, em Bucareste, na Roménia, na segunda jornada do Grupo C.

A grande figura do encontro foi Andriy Yarmolenko, que inaugurou o marcador, aos 29’, assistindo Yaremchuk para o segundo dos ucranianos, cinco minutos depois.

Com velocidade e grande mobilidade atacante, a selecção dirigida por Andriy Shvchenko dominou por completo o primeiro tempo, criando muitas situações de perigo, mas várias unidades ressentiram-se na segunda metade do esforço físico.

Penáltis falhados

Com duas alterações ao intervalo, a Macedónia do Norte não deu a partida como perdida e arriscou tudo, chegando ao golo, de penálti, aos 57’. Após uma defesa fabulosa de Bushchan para o poste, Pandev foi carregado na área, com o árbitro a marcar o castigo máximo. Chamado a converter, Alioski permitiu a defesa, mas acabou mesmo por marcar na recarga.

O jogo estava relançado, com os macedónios a acreditar, mas, aos 83’, na sequência de um livre, a bola embateu na mão de um dos homens da barreira, e foi assinalado novo penálti, agora favorável à Ucrânia. Malinovskyi permitiu a defesa.

O conjunto balcânico voltou a mexer na equipa para tentar chegar ao empate, mas o resultado estava feito. 

Com três pontos (mas mais um jogo), a Ucrânia empatou com os Países Baixos (com quem perdera na ronda inaugural, por 3-2) e com a Áustria. A Macedónia tem zero pontos, valendo os dois golos marcados nesta sua estreia numa grande competição.