“Problema informático” não permite saber se houve casos positivos nos eventos-teste

Ainda nada se concluiu dos quatro eventos-piloto de Abril e Maio, organizados pelo Governo em articulação com a DGS. Um “problema informático” com os dados dos espectadores impediu saber se houve casos de infecção após os eventos, em que, para se assistir, era obrigatório apresentar um resultado negativo ao teste à covid-19.

Foto
A organização seguiu as recomendações da DGS: além de testes prévios à entrada no recinto, houve máscaras e distanciamento nelson garrido

Os quatro eventos-piloto realizados em Abril e Maio nas cidades de Braga, Coimbra e Lisboa, serviram ao Governo de estudo para se definirem “novas orientações técnicas e a realização de testes de diagnóstico de SARS-COV-2” para eventos futuros, como os festivais de Verão. Assim, quem quis assistir ao regresso dos grandes espectáculos só o pôde fazer apresentando um teste antigénio negativo à covid-19. Mais de um mês depois da realização destes eventos, desconhecem-se que conclusões terão tirado o Governo e a Direcção-Geral da Saúde (DGS) das experiências. Para além disso, não há ainda informações sobre possíveis casos de infecção entre as pessoas que assistiram. O teste no local dos eventos foi assegurado pela Cruz Vermelha; a monitorização posterior, pela DGS.