FPF denuncia utilização abusiva do nome da selecção

Uma marca de uísque é o alvo da federação portuguesa.

Foto
O nome da selecção nacional é apetecível LUSA/ANATOLY MALTSEV

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) denunciou, nesta terça-feira, a utilização abusiva do nome da selecção nacional numa campanha de comunicação e marketing, promovida por uma marca de uísque, relacionada com a presença de Portugal no Campeonato da Europa 2020.

A FPF repudia de forma veemente o aproveitamento e a exploração irresponsável por parte daquela marca de direitos que não lhe pertencem e cuja utilização não foi autorizada.

Em comunicado divulgado esta semana, a FPF e a Auto Regulação Publicitária (ARP) alertaram aos profissionais do sector para o perigo do “ambush marketing” a propósito do Europeu 2020 de futebol, lembrando que qualquer actividade comercial relacionada com esta competição está exclusivamente reservada à UEFA e aos respectivos parceiros comerciais, sendo que apenas as empresas que tenham celebrado um acordo com a UEFA poderão beneficiar de qualquer associação à competição.