Mulheres representam quase 50% dos autores científicos em Portugal

Um estudo publicado nesta segunda-feira pela editora Elsiever apresenta os avanços e oportunidades que colocam Portugal numa posição de destaque em equidade de género na investigação, sublinhando que é preciso manter e, sobretudo, fortalecer este sucesso.

Foto
Pedro Cunha /Arquivo

Que as mulheres têm conquistado espaço na “arena” da ciência já o sabíamos. Agora, um estudo publicado nesta segunda-feira pela Elsevier apresenta-nos uma análise detalhada sobre a situação de homens e mulheres na área de investigação que comprova o lugar de destaque de Portugal nesta matéria, que, dizem, deve servir de inspiração a outros países. Lado a lado com os dados e indicadores que confirmam o caso exemplar no estudo Género na Arena de Investigação de Portugal: Um Estudo de Caso na Liderança Europeia há também avisos para a persistência de velhas disparidades e para novos desafios como a covid-19, que fez, de novo, emergir as provas de um velho e insistente problema de desequilíbrio.