Cibercrime: “Métodos vão sendo cada vez mais arrojados”

Educação para as questões da segurança deve começar no no 1.º ciclo do ensino básico, diz especialista.

Foto
REUTERS/Kacper Pempel/Illustration

“A melhor forma de entendermos a segurança na era digital é transpormos para nós próprios o mindset da realidade não virtual de que já não podemos deixar as chaves de casa debaixo do tapete da entrada, nem o dinheiro debaixo do colchão.” A imagem é de Luís Lobo e Silva, managing partner da F2C (Focus2Comply), consultora portuguesa especializada em cibersegurança, em resposta por escrito a perguntas do PÚBLICO na sequência do mais recente relatório do Centro Nacional de Cibersegurança.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários