MP investiga 11 casos de auxílio à imigração ilegal em Odemira

Em todo o Alentejo, o SEF tem 32 inquéritos por tráfico de pessoas e auxílio à imigração ilegal. Desde 2018 que no Alentejo foram detidos 11 suspeitos e constituídas arguidas 37 pessoas, 14 empresas e foram sinalizadas 134 vítimas de tráfico de pessoas para exploração laboral. Tráfico de seres humanos “tem sido particularmente visível” no recrutamento de trabalhadores estrangeiros agrícolas.

Foto
Miguel Manso

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem 32 inquéritos-crime a decorrer em várias comarcas do Alentejo pelos crimes de tráfico de pessoas, auxílio à imigração ilegal e angariação de mão-de-obra ilegal. Apenas em Odemira, o Ministério Público está a investigar 11 casos de auxílio à imigração ilegal, confirmou esta segunda-feira ao PÚBLICO a Procuradoria-Geral da República.