Dario, o pastor que perdeu 68 cabras atingidas por um raio, recebe donativo da Ordem dos Médicos Veterinários

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários vai entregar um donativo ao pastor Dario Gonçalves de Lima, no valor de 6244,50 euros, para o ajudar a refazer-se da perda de 68 cabras, atingidas por um raio no início do mês.

Foto
O pastor de 53 anos descreveu a tarde fatídica como “um terror” nunca antes visto em todos os seus anos de pastoreio LUSA

A Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) vai entregar um donativo ao pastor Dario Gonçalves de Lima, no valor de 6244,50 euros — angariados através da conta solidária da OMV criada para este apoio junto da classe Médico-Veterinária e da sociedade civil, que recebeu um total de 220 donativos. A verba destina-se à reposição do efectivo das 68 cabras da raça autóctone bravia que morreram vítimas de um relâmpago no dia 9 de Abril em Gondoriz, Arcos de Valdevez.

O anúncio foi feito em comunicado de imprensa e dá conta do encontro com o pastor à entrada da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez na próxima sexta-feira, 23 de Abril, pelas 12h30. O bastonário da OMV, Jorge Cid, e o presidente da Câmara, João Manuel Esteves, estarão presentes no evento, ao qual se seguirá uma visita à casa de Dario Gonçalves de Lima — onde lhe será entregue o valor do donativo.

O pastor de 53 anos descreveu a tarde fatídica como “um terror” nunca antes visto em todos os seus anos de pastoreio. Desfeito e incrédulo — um pastor sem o seu rebanho e até sem os seus cães, que fugiram — lamentou ainda as cerca de dez crias com 15 dias de vida que ficariam por amamentar.

“Antes queria perder cinco mil euros do que perder as cabras. Não há cabras novas para comprar e as que há são caríssimas. Custam 80 e 100 euros cada uma. É uma raça antiga, antes chamavam-lhe serrana”, apontou Dario na altura à agência Lusa.