Em 2022 despesa com equipamentos de protecção, vacinas e testes à covid desce para 400 milhões de euros

Programa de Estabilidade estima que este ano a despesa com aquelas três rubricas seja de mil milhões de euros, passando para menos de metade desse valor em 2022. Governo prevê que a gravidade provocada pelo SARS-CoV-2 seja inferior e com isso as despesas também.

Foto
A despesa do Estado no combate directo à pandemia cairá mais de metade no próximo ano Rui Gaudencio

O Governo prevê gastar este ano mil milhões de euros com a aquisição de vacinas, testes e equipamentos de protecção individual contra a covid-19, de acordo com o Programa de Estabilidade 2021-2025, entregue, na última quinta-feira, na Assembleia da República. O documento mostra também uma redução da despesa nestas áreas para o próximo ano. Em 2022, os gastos estimados passam para 400 milhões de euros. A expectativa do Governo é que a gravidade provocada pelo SARS-CoV-2 seja inferior e com isso as despesas também.