Cruz Vermelha contrata enfermeiros por WhatsApp sem confirmar validade da cédula

Instituição diz que verificou junto da Ordem dos Enfermeiros a validade de todos documentos obrigatórios para a prestação dos cuidados de enfermagem. “Esse pedido nunca foi feito pela Cruz Vermelha”, desmente o vice-bastonário. Já aconteceu a ordem receber números de cédulas nas inscrições para a listagem de profissionais a enviar para a task-force que depois se revelaram ser falsos.

Foto
Daniel Rocha

A Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) está a contratar enfermeiros através da rede social WhatsApp para reforçar as equipas de enfermagem do Serviço Nacional de Saúde (SNS) destacadas para o processo de vacinação contra a covid-19 no Município da Amadora.