Covid-19: Portugal regista 11 mortes e 592 novos casos

Há 26 mil pessoas com infecção activa em Portugal. O Governo decidiu esta quinta-feira avançar com a segunda fase do desconfinamento, prevista para 5 de Abril.

Foram registadas mais 11 mortes por covid-19 e 592 novos casos de infecção pelo coronavírus que causa a covid-19. Há mais 702 pessoas que recuperaram da infecção. Quanto aos internamentos, há menos 20 pessoas hospitalizadas (num total de 538), das quais 129 em unidades de cuidados intensivos (mais duas do que no dia anterior). Os dados foram divulgados no boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) nesta quinta-feira e dizem respeito à totalidade do dia de quarta-feira.

Este é o número mais elevado de mortes em oito dias, desde 24 de Março, quando também foram registados 11 óbitos. A taxa de letalidade em Portugal é de 2,1%. ​ 

Há ainda 26.543 pessoas com infecção activa em Portugal. Desde o início da pandemia, morreram 16.859 pessoas com covid-19 no país – das mais de 822 mil que ficaram infectadas. Ao todo, já recuperaram 778.912 pessoas.

A maior parte dos novos casos e óbitos foi registada na região de Lisboa e Vale do Tejo (foram 267 e seis mortes), seguindo-se a região Norte com 150 casos diários e quatro mortes, o Algarve com 64 casos, a região Centro com 41 casos e uma morte, o Alentejo com 35 casos, a Madeira com 26 infecções e os Açores com nove casos.

No dia anterior a este, o país tinha registado três mortes e 618 casos de infecção. A matriz em que são apresentados dois dos critérios que decidem se o país avançará no desconfinamento – a incidência, correspondente ao número de casos por 100 mil habitantes, e o índice de transmissibilidade R(t), o número de casos de infecção a que uma pessoa infectada dá origem – foi actualizada na quarta-feira. Os dados mostram que o país continua na zona “verde”, que permite o desconfinamento: o R(t) fixa-se nos 0,94 e a incidência a 14 dias por 100 mil habitantes cifra-se nos 65,3 casos (se olharmos só para o continente, este valor desce para 62,4 infecções).

O Governo decidiu nesta quinta-feira avançar com a próxima etapa do processo de desconfinamento, previsto para 5 de Abril. Com esta confirmação por parte do Conselho de Ministros, as escolas do 2.º e 3.º ciclos poderão reabrir na segunda-feira, assim como ATL para as mesmas idades, centros de dia, museus e similares, lojas até 200 metros quadrados com porta para a rua, esplanadas (num máximo de quatro pessoas), ginásios sem aulas de grupos e feiras e mercados não alimentares (aqui trata-se de uma decisão municipal).