Serralves vai ampliar museu com 4,25 milhões do Norte 2020

Aviso-convite dirigido pela CCDRN destina-se à ampliação da capacidade expositiva do museu e chega numa altura em que as críticas às práticas laborais da fundação se agudizam. Novo edifício deverá ser projectado por Álvaro Siza.

Foto
PAULO PIMENTA

O programa Norte 2020, cuja comissão directiva é liderada pelo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN), António Cunha, endereçou à Fundação de Serralves um “aviso-convite” para se candidatar a 4,25 milhões de euros de fundos europeus para a ampliação do Museu de Arte Contemporânea. A informação foi confirmada ao PÚBLICO por fonte da CCDRN, segundo a qual este aviso-convite resultou de negociações iniciadas, com o aval do Governo, ainda durante a presidência do antecessor de António Cunha, Fernando Freire de Sousa