Ellroy, Bukowski e Hollywood

Foto
James Ellroy Daniele Venturelli/WireImage/Getty Images

A mãe de James Ellroy, Geneva, de 43 anos, foi assassinada no Verão de 1958, o seu corpo deixado na rua, espatifado junto ao passeio. O assassino nunca foi desvendado, James era um rapaz de dez anos. Em My Dark Places (1996), Ellroy, já instalado como escritor de policiais, juntou à sua investigação de vários anos, auxiliado por Bill Stoner (detective que se ocupara do caso), inúmeras peças de material produzido nos anos posteriores ao crime. O livro mesmo que mergulhado no noir, extravasa o género, adensado por uma autobiografia de delinquência do autor, de adições e drogas mais ou menos convencionais, após uma infância partilhada com a mãe no subúrbio sujo e perigoso de Los Angeles, que se estendeu à coabitação com um pai indigente.

Sugerir correcção
Comentar