Santa Clara abate Paços de Ferreira europeu

Açorianos aproveitaram azares de Luther Singh na primeira parte, assumiram controlo e não deram espaço para qualquer reacção do quinto classificado, que passa a ter o V. Guimarães a três pontos na classificação.

Foto
Estádio São Miguel teve público nas bancadas LUSA/EDUARDO COSTA

O Santa Clara goleou este sábado o Paços de Ferreira, por 3-0, em jogo da 21.ª jornada da I Liga que contou com a presença de público nas bancadas do Estádio de São Miguel, nos Açores, e que permitiu o regresso às vitórias da formação local, sétima dno campeonato, com 28 pontos, a dez dos pacenses.

Quinto classificado, em posição europeia, o Paços de Ferreira voltou a perder depois da derrota de Alvalade, permitindo a aproximação do V. Guimarães, que vencera o Boavista na abertura da jornada, estando agora a três pontos.

O jogo de Ponta Delgada começou mal para os pacenses, que, na sequência de um passe errado de Luther Singh, a meio campo, viu Allano (10') assinar um golo portentoso, num remate indefensável.

O Santa Clara aproveitou a desorientação momentânea dos “castores” para assumir o controlo do jogo, chegando mesmo à vantagem em cima do intervalo. Luther Singh voltou a ser protagonista, provocando um penálti por mão involuntária que o VAR assinalou.

Apesar de o lance não ser claro, após analisar as imagens, Manuel Mota considerou que a bola bateu no braço do jogador pacense. Crysan assumiu a marcação e marcou na recarga, após defesa de Jordi, que deu um passo em frente, provocando novo impasse resolvido com a validação do golo.

A perder por 2-0, Pepa trocou o azarado Luther Singh por João Amaral no início da segunda parte, mas o Santa Clara continuou a ser a equipa mais intensa e perigosa, com Carlos Júnior a ameaçar Jordi antes de elevar a contagem após lance de Allano e Morita, com o japonês a cruzar para o golo do brasileiro (56').

A perder por 3-0, o Paços de Ferreira foi à procura de um golo que lhe permitisse voltar ao jogo, mas Marco fechou a baliza açoriana num par de ocasiões dos visitantes.