Como se resolve a nossa (má) relação com o passado colonial? “Não vai acontecer”

O trauma ainda muito presente nos participantes e uma espécie de acordo tácito do regime democrático para esquecer o passado colonial e a guerra são razões apontadas para Portugal ter ainda dificuldade em relacionar-se com esta parte da sua História. Ouvimos três investigadores.

Foto
O colonialismo tardio e a Guerra Colonial continuam a ser temas fracturantes DR

A morte do tenente-coronel Marcelino da Mata foi só mais um episódio a mostrar que, quando o tema é o colonialismo tardio e a Guerra Colonial, o mais provável é que as posições se extremem. É um fenómeno com razões conhecidas, mas que, quase 50 anos depois, não foi possível ultrapassar. E há quem acredite que nunca se ultrapassará.