John Carpenter: o príncipe das trevas está na boa

Não há por agora filmes novos, mas há um disco que convida o ouvinte a imaginar as imagens: Lost Themes III: Alive After Death. Quanto ao resto, John Carpenter diz que está na boa em Hollywood, a receber dinheiro pelos remakes dos seus filmes e a jogar videojogos. Um “preguiçoso” ao telefone.

Foto
Michael Tighe/Donaldson Collection/Getty Images

O telefone toca em casa de John Carpenter. Sandy King, produtora e esposa do realizador, atende. Reage de forma agressiva, pergunta quem está ao telefone. Queremos falar com John Carpenter, dizemos. “John? Que John?” Quando percebe que se trata de um jornalista, muda subitamente o tom. Parte-se a rir, pede desculpa pela antipatia. “É que temos apanhado uma série de chamadas a gozar”, conta. Chama o marido, rindo-se, explica-lhe que foi grosseira porque achava que estavam a ligar para casa dos Carpenter a gozar. Não, não eram partidas telefónicas: era o Ípsilon a telefonar e as chamadas a cairem quando o lado de lá da linha atendia.

Sugerir correcção
Comentar