Carlos Carreiras e Ricardo Rio na corrida ao prémio de “melhor autarca do ano”

Os presidentes dos municípios de Cascais e Braga são os únicos portugueses na lista final do prémio World Mayor 2021, promovido pela The City Mayors Foundation.

Carlos Carreiras
Fotogaleria
Carlos Carreiras Daniel Rocha
Ricardo Rio
Fotogaleria
Ricardo Rio DB Diogo Baptista

Um destes dois autarcas portugueses pode vir a ser eleito o melhor autarca do ano: Carlos Carreiras e Ricardo Rio estão na lista final dos candidatos ao prémio World Mayor 2021. Os presidentes das câmaras municipais de Cascais e Braga, respectivamente, são os únicos portugueses entre os 32 finalistas ao galardão promovido pela The City Mayors Foundation. Fernando Medina, autarca lisboeta, fez parte da lista inicial de nomeados. 

Em comunicado de imprensa, o presidente da Câmara Municipal de Braga referiu que “nenhum autarca, em verdade, é ‘o melhor do mundo’”: “Primeiro, porque todos enfrentam, de forma igualmente determinada e capaz, realidades muito heterogéneas. Segundo, porque os seus sucessos são o resultado do trabalho de toda uma equipa e da colaboração de inúmeros parceiros, fora dos próprios universos municipais.”

Já Carlos Carreiras, em declarações à Lusa, lembrou que a nomeação “prestigia essencialmente a capacidade de resiliência de Cascais, a determinação das suas gentes e a sua capacidade de se unir nos momentos difíceis”. “Paradoxalmente, é uma distinção que dispensávamos, pois significaria que não teríamos este pesadelo da pandemia da covid-19”, acrescentou.

A lista de finalistas ao prémio conta com autarcas de 21 países cuja “liderança durante a pandemia da covid-19 proporcionou protecção e garantia às suas comunidades”. A selecção teve em conta a “consciência a longo prazo da pandemia” por parte destes autarcas, lê-se no anúncio da The City Mayors Foundation. Dos 32 finalistas, 17 são europeus: para além dos portugueses, encontram-se na lista final os presidentes dos municípios de Grenoble (França), Bratislava (Eslováquia), Varsóvia (Polónia) ou Manchester (Inglaterra), por exemplo.

Quanto à América do Norte, quatro dos candidatos são autarcas em cidades dos Estados Unidos (Washington DC, Richmond, Califórnia e Milwakee). A presidente da Câmara da Cidade do México, no México, também está nomeada. Já da América do Sul, integram a lista os autarcas de Guarulhos (Brasil), Buenos Aires (Argentina) e Bogotá (Colómbia).

Há apenas dois nomeados do continente africano (Kingali, Ruanda, e Freetown, Serra Leoa). A Ásia é representada pelos autarcas de Ancara (Turquia), Deli (Índia), Pasig (Filipinas) e Raqqa (Síria). Por fim, a presidente do município de Melbourne é a única representante da Oceânia na lista final.

O veredicto será tomado por um painel de personalidades integrantes da fundação e não pelo voto do público. Contudo, há endereços de e-mail atribuídos a cada um dos nomeados, para os quais podem ser enviadas mensagens de apoio.

A The City Mayors Foundation foi criada em 2004. O prémio de 2018 foi vencido pela presidente do município italiano de Ancona, Valeria Mancinelli.