Jogos com História: Manchester United, da tragédia à glória europeia numa década

Em Old Trafford, Matt Busby construiu uma equipa talentosa e viu-a desaparecer num acidente aéreo que também quase o matou. Dez anos depois de Munique, em 1968, o Manchester United apresentou uma nova geração de “Busby Babes” para bater o Benfica na final da Taça dos Campeões Europeus.

jogos-historia,futebol,desporto,manchester-united,liga-inglesa,futebol-internacional,
Fotogaleria
A estátua de Matt Busby junto ao estádio do Manchester United com uma imagem dos "Busby Babes" Phill Noble/Reuters
jogos-historia,futebol,desporto,manchester-united,liga-inglesa,futebol-internacional,
Fotogaleria
A estátua de Matt Busby junto ao estádio do Manchester United Phill Noble/Reuters
jogos-historia,futebol,desporto,manchester-united,liga-inglesa,futebol-internacional,
Fotogaleria
A estátua de Matt Busby junto ao estádio do Manchester United com uma imagem dos "Busby Babes" Phill Noble/Reuters

A 5 de Janeiro de 1958, o Estrela Vermelha e o Manchester United encontraram-se em Belgrado para a segunda mão dos quartos-de-final da Taça dos Campeões Europeus. Com uma vantagem de 2-1 trazida de Old Trafford, os ingleses chegaram ao 3-0 ainda no primeiro tempo e, apesar da reacção dos homens da casa, que alcançaram o empate a três golos durante o segundo tempo, a equipa comandada pelo lendário Matt Busby garantiu o apuramento para as meias-finais da competição. Mas esse seria o último jogo de alguns dos seus atletas. No dia seguinte, na viagem de regresso, após uma escala em Munique, o avião que transportava a equipa despenhou-se na descolagem. Morreram 23 pessoas.