Sandra Pereira e a importância do “direito a desligar”: é preciso “tempo para trabalhar, tempo para si e tempo para a família”

E-mails fora de horas, longos dias de trabalho, cansaço, burnout. Para combater esse ciclo vicioso, que se tornou ainda mais presente com a pandemia e o teletrabalho, o Parlamento Europeu aprovou uma recomendação em que pede à Comissão Europeia uma directiva a proteger o “direito a desligar” do trabalho.

Neste episódio do Agenda Europa, conversamos sobre equilíbrio entre trabalho e a vida pessoal e familiar com a eurodeputada Sandra Pereira, do PCP. É vice-presidente da comissão do Emprego e dos Assuntos Sociais do Parlamento Europeu, onde se debateu o relatório sobre o “direito a desligar”, e membro da comissão dos Direitos das Mulheres e da Igualdade de Género.

A cada episódio do Agenda Europa, ouvimos novas vozes sobre o que esperam ver no topo da agenda europeia. Esta semana, ouvimos João Diogo Barbosa, que aos 23 anos é comentador do Café Europa, um programa da Rádio Observador.

Subscreva o Agenda Europa na Apple Podcasts, Spotify, SoundCloud ou outras aplicações para podcasts.

Conheça os podcasts do PÚBLICO em publico.pt/podcasts.

Este programa tem o apoio do Parlamento Europeu.