Covid-19: obrigatório teste negativo para viajar para a Turquia, incluindo escalas

Passageiros que não apresentem teste PCR negativo não serão admitidos a bordo, reforçou a Turkish Airlines a pedido do Ministério da Saúde turco.

Foto
Nuno Ferreira Santos

A Turquia implementou novas regras para os viajantes que pretendam realizar voos para o país, mesmo que seja apenas de passagem para um outro destino final.

A partir das 12h de 30 de Dezembro (hora e data locais das cidades de partida), todos os passageiros com mais de 6 anos terão de apresentar um teste PCR negativo à covid-19, realizado no máximo até 72h antes do voo. 

“Todos os passageiros em trânsito devem também ter em conta as regras do país que é o destino final em termos de exigências de testes PCR, delimitações de idades e outras regras”, sublinhou a Turkish Airlines em comunicado. O director-executivo da empresa, Bilal Ekşi, reforçou que a divulgação da informação era feita a pedido do Ministério da Saúde da Turquia como parte da luta contra a covid-19.  

“Os passageiros que não apresentem um teste PCR negativo (impresso ou digital) não serão admitidos a bordo”, indica-se. Os testes devem ser feitos no país de origem e apresentados no check-in.

A Turquia tem também em vigor regras especiais para passageiros que partam do Reino Unido, Dinamarca ou África do Sul, derivadas da descoberta da nova estirpe do coronavírus responsável pela covid-19: apenas aceita entradas de cidadãos turcos ou portadores de residência permanente no país.