Frederico Morais eliminado em Pipeline

O surfista português foi afastado pelo australiano Jack Freestone na terceira ronda do Billabong Pipe Masters.

Foto
DR

O surfista Frederico Morais foi afastado do Billabong Pipe Masters na madrugada desta sexta-feira. Na terceira ronda da primeira etapa do World Surf League (WSL) 2021, o português competiu com o australiano Jack Freestone que, com onda de 8.83 pontos a cerca de 15 minutos do final do heat, ganhou uma vantagem que se revelou decisiva: “Kikas” somou um total de 5.23 pontos (2.23 + 3) contra 13.00 (4.17 + 8.83) do australiano.

Um dia após Erik Logan, CEO da WSL, comunicar que o circuito iria regressar depois de ter sido possível conter “a disseminação do vírus” da covid-19 que infectou alguns elementos do staff da WSL, a competição regressou à costa Norte de Oahu, no Havai, com a realização da terceira ronda do Billabong Pipe Masters.

Depois de na semana passada ter superado a primeira barreira ao conseguir uma pontuação melhor do que o australiano Mikey Wright, num heat onde também esteve o brasileiro Filipe Toledo, “Kikas” esteve frente-a-frente com outro australiano: o seu colega de equipa Jack Freestone.

O surfista de 28 anos de Tweed Heads tinha impressionado na primeira aparição em Pipeline, tendo vencido o seu heat contra o havaiano Seth Moniz e brasileiro Alex Ribeiro com um total de 16.17 pontos (8.17 + 8.00), e, no duelo com Morais, Freestone voltou a estar em muito bom plano.

Nos dois confrontos anteriores entre Jack Freestone e Frederico Morais, ambos realizados em 2017 (Quicksilver Pro France e Oi Rio Pro), o surfista de Cascais tinha saído vencedor, mas em Pipeline, com condições de mar difíceis, o australiano esteve sempre na frente da bateria e, com uma onda de qualidade a menos de 15 minutos do final (8.83), garantiu uma vantagem de 10 pontos que obrigava “Kikas” a fazer uma onda perfeita para reentrar na luta pelo apuramento.

Para além de Jack Freestone, garantiram um lugar na quarta ronda Leonardo Fioravanti, Peterson Crisanto, John John Florence, Matthew McGillivray, Jordy Smith, Caio Ibelli, Kelly Slater, Jack Robinson, Italo Ferreira, Ryan Callinan, Jeremy Flores, Miguel Pupo, Gabriel Medina, Jadson André e Kanoa Igarashi.