Michael Pollan: “Os psicadélicos já não são uma coisa da contracultura, estão a tornar-se um medicamento”

O jornalista de ciência e autor de Como Mudar a Sua Mente falou ao P2 sobre a investigação científica com recurso a psicadélicos (como a psilocibina) para tratar algumas doenças mentais, como a depressão. Michael Pollan acredita que estas substâncias “têm o potencial de revolucionar os cuidados de saúde mental” e podem mesmo substituir os antidepressivos que já usamos e que “só funcionam pouco melhor do que um placebo”.

Foto
Jahi Chikwendiu/The Washington Post via Getty Images

Psilocibina. É normal que pelo nome não saiba do que estamos a falar: é o componente psicadélico dos cogumelos mágicos, quimicamente semelhante ao LSD, e o possível futuro dos antidepressivos. Pelo menos é o que indica uma nova linha de investigação na área da saúde mental, que a inclui num tratamento alternativo para doenças como a depressão. Num momento em que “as velhas ferramentas estão a falhar-nos”, serão os psicadélicos a opção?

Sugerir correcção
Ler 7 comentários