Mentiras e verdades do Porto/Post/Doc (com loja do chinês pelo meio)

A competição internacional que se pode ver online a pensar sobre como filmar o real sem fazer o documentário do costume. Com respostas magníficas em Sandlines e My Mexican Bretzel.

Foto
Sandlines: The Story of History, do belga Francis Alÿs, propõe uma narrativa alternativa do Iraque DR

O mote do festival Porto/Post/Doc, cuja sétima edição decorre desde sexta-feira e até ao próximo sábado, é “as nossas histórias são reais”. Nesse mote residem as forças (e também, é verdade, as fraquezas) de uma programação que escolheu estar do lado da redefinição do conceito do documentário como “cinema do real”, abrindo espaço a todo o tipo de experiências e variações sobre a forma. Ou, como se diz logo no cartão de entrada de um dos melhores filmes da Competição Internacional (todos podem ser vistos em casa no site online.portopostdoc.com até 7 de Dezembro): “As mentiras são apenas outra maneira de dizer a verdade”. (Já lá iremos.)