Feiras e festivais em tempo de pandemia

Ligação entre Luís Correia e o empresário mantém-se.

Foto
Fachada da Câmara de Castelo Branco Sérgio Azenha/PÚBLICO

Dezasseis anos depois de Gonçalo Torres ter propiciado a Luís Correia e à mulher um ganho de mais de 52 mil euros com o terreno em que foi construída a subestação da REN, as relações entre os dois homens continuam a ser próximas. Torres tem sido figura assídua em campanhas eleitorais e eventos em que participa o ex-autarca, e o município que este liderou até Julho deste ano adjudicou em Março e Abril dois contratos no valor de 547.610 euros à VTE Eventos - uma empresa na qual o empresário se apresenta como “produtor de eventos”, mas que tudo indica ser controlada por ele próprio.