Bloco quer médicos em exclusividade a receberem mais 40%

Governo pressionado por BE e PCP a criar regime de exclusividade para médicos do SNS. Proposta bloquista prevê majoração do salário e redução do horário de trabalho para quem se dedique apenas ao SNS.

Foto
Manuel Roberto / PUBLICO

O Bloco de Esquerda propôs a criação de um regime de exclusividade para os médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) que aumenta o salário em 40% e reduz o horário semanal de trabalho a partir dos 55 anos. A proposta, que consta do pacote de alterações ao Orçamento do Estado para 2021, admite que o novo regime seja introduzido de forma progressiva, mas dá ao Governo um prazo de seis meses para fechar as negociações sobre este dossier com os sindicatos do sector.