Família de Ihor Homenyuk pede indemnização de um milhão de euros ao Estado, ao SEF e a inspectores

Ihor Homenyuk deixou uma viúva e dois filhos menores, de 14 e 9 anos. Advogado da família alega que Ihor “era o principal sustento da família”. Inspectores arguidos não deverão pedir abertura de instrução do processo.

Foto

A família de Ihor Homenyuk, o cidadão ucraniano que morreu no dia 12 de Março no centro do aeroporto de Lisboa gerido pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), pediu uma indemnização de um milhão de euros por danos não patrimoniais ao Estado, ao próprio SEF e aos três inspectores que foram constituídos arguidos pelo crime de homicídio — Luís Silva, Bruno Sousa e Duarte Laja.