The Playbook: o novo documentário da Netflix não dá um banho de bola a ninguém

Documentário de cinco episódios que narra o percurso de diferentes treinadores desportivos fica aquém das expectativas e só conta as histórias pela metade. LeBron James assumiu a cadeira de produtor executivo e José Mourinho é um dos entrevistados.

Foto
O terceiro episódio é dedicado ao percurso de José Mourinho DR

A Netflix não podia ter pedido pior timing. No dia 22 de Setembro, a plataforma de streaming lançou The Playbook, documentário de cinco episódios que assume como objectivo estudar a mentalidade e a ética de trabalho dos “melhores treinadores” do mundo (José Mourinho é um dos entrevistados), pedindo-lhes que partilhem as suas “regras para a vida”. Precisamente uma semana depois, Doc Rivers, técnico da Liga Norte-americana de Basquetebol profissional (NBA) que é destacado no primeiro capítulo, foi afastado dos Los Angeles Clippers, equipa que orientava há sete anos, após uma derrota dramática e histórica nos play-off contra os Denver Nuggets (Doc não passou muito tempo no desemprego, de qualquer das formas, tendo já sido contratado pelos Philadelphia 76ers, que também caíram com estrondo na “bolha” da Disney World).