Directores do Norte apelam a que se passe “imediatamente” para aulas em regime misto

Situação no Tâmega e Sousa está à “beira do colapso” alerta a Associação Nacional de Dirigentes Escolares, que apela ao Governo para que autorize que as aulas possam ser também dadas à distância.

saude,educacao,sociedade,escolas,professores,ministerio-educacao,
Foto
No regime misto existem aulas presenciais e à distância Nelson Garrido

Com o aumento dos casos de infecção por covid-19 a registar aumentos que ultrapassam os 40%, a região do Tâmega e Sousa está “no olho do furacão”, descreve o presidente da Associação nacional de Dirigentes Escolares, Manuel Pereira, que nesta quinta-feira reuniu de urgência para lançar um apelo veemente ao Governo: é necessário autorizar “as escolas das localidades com maior crescimento da pandemia a funcionar, provisoriamente, no regime misto que organizaram para o presente ano lectivo”.