Procuradora tem dúvidas sobre causa da morte de recruta dos Comandos e chama novas testemunhas

Procuradora quer ouvir dois militares da GNR para saber por que estiveram antes da PJ Militar no Campo de Tiro de Alcochete onde Hugo Abreu morreu. Quem os chamou, a que horas e porque não há registo desse expediente? MP pretende ainda voltar a analisar “com maior amplitude” as lesões no corpo de instruendo.

forcas-armadas,militares,sociedade,ministerio-publico,justica,defesa,
Foto
Partida de contingente dos Comandos para missão de paz na República Centro Africana em Janeiro de 2017 Miguel Manso

A procuradora que acompanha o julgamento de 19 militares dos Comandos quer ouvir um médico legista, um perito criminal que inspeccionou a tenda onde esteve o corpo do recruta Hugo Abreu e dois militares da GNR cuja ida ao campo onde decorria a Prova Zero do Curso 127 não ficou registada no expediente deste órgão de polícia criminal.