A procura deve aumentar, mas “não vai haver falta de vacinas” da gripe para quem as deve tomar

A garantia é do presidente da Associação de Medicina Geral e Familiar. A presidente da Associação Farmácias de Portugal diz que a procura para reservar vacinas aumentou e, num ano “atípico”, pode haver ruptura de stock. Ministério disponibiliza 200 mil doses nas farmácias para maiores de 65 anos.

saude,sociedade,servico-nacional-saude,ministerio-saude,vacinas,gripe,
Foto
O Presidente da República foi vacinado para a gripe esta segunda-feira daniel rocha

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), Rui Nogueira, admite que os centros de saúde, onde a maioria das vacinas contra a gripe são administradas, estão “a trabalhar nos limites e além dos limites”, tendo em conta o contexto da pandemia provocada pelo SARS-CoV-2, e que pode haver “casos pontuais com situações difíceis”, mas, ainda assim, faz questão de deixar uma mensagem: vai haver vacina “para todas as pessoas com indicação” de a receber, vai haver “tempo” para a administrar, e que não é preciso ir a correr ao centro de saúde ou à farmácia, já nesta segunda-feira, para a receber. A segunda fase da época de vacinação contra a gripe arrancou nesta segunda-feira.