Ocean Race vai ter uma versão europeia em 2021

Após o adiamento da prova de circum-navegação de vela por equipas à volta do Mundo para 2022, a organização da competição anunciou uma versão europeia da regata no próximo ano.

volvo-ocean-race,modalidades,desporto,vela,
Foto
O VO65 da Mirpuri Foundation Racing Team Marc Bow

Cerca de três meses depois de comunicar que, devido à pandemia da covid-19, o início da The Ocean Race seria adiado por 12 meses - Outubro de 2022 é agora a data definida para a partida -, a organização da mais longa (e difícil) prova de circum-navegação de vela por equipas anunciou que no próximo ano será disputada a primeira edição da The Ocean Race Europe.

Apesar de ainda não haver muitas informações sobre esta nova competição, a prova deverá iniciar-se no final de Maio e terá no máximo cinco regatas com a costa europeia no Atlântico Norte como ponto de partida e o mar Mediterrâneo como porto de chegada. Portugal deverá estar representado pelo veleiro VO65 da Mirpuri Foundation Racing Team e fonte da organização não afasta a hipótese de haver um stopover em solo português.

O plano original dos organizadores da antiga Volvo Ocean Race era intercalar a The Ocean Race Europe entre edições da versão intercontinental a partir de 2023, mas a pandemia obrigou a reorganizar o plano que os responsáveis pela mais importante regata de circum-navegação por equipas tinham inicialmente delineado.

PÚBLICO -
Foto

Assim, a edição inaugural da regata europeia com barcos das classes VO65 e IMOCA 60 marcará o início de um ciclo de dez anos, com as próximas três edições da The Ocean Race já agendadas para 2022/23, 2026/27 e 2030/31.

Satisfeito por “contar com o apoio de equipas e velejadores para que este projecto arranque”, Johan Salén, director de operações do evento, explica que a antecipação da regata irá proporcionar às equipas “corridas competitivas e significativas no próximo ano, acrescentando continuidade aos seus programas de evolução”.

Embora as datas e a rota da prova ainda não tenham sido anunciadas, fonte da The Ocean Race avançou ao PÚBLICO que o arranque deverá acontecer no final de Maio, “prolongando-se por mais de um mês, dependendo do trajecto que ficar definido”.

Após três edições em que Lisboa foi uma das paragens da antiga Volvo Ocean Race, a rota da 14.ª edição, que assinalará os 50 anos da competição, não passará por território nacional, mas a mesma fonte não coloca de parte a possibilidade de no próximo ano um dos stopovers da versão europeia ser em solo português: “Portugal teve uma presença forte nas últimas edições da The Ocean Race e seria óptimo ver o país envolvido na The Ocean Race Europe. A rota ainda não foi definida e estamos em negociações com várias cidades em toda a Europa.”

Com ou sem stopover em território nacional, é praticamente garantido que Portugal estará representado na regata por um barco de bandeira portuguesa. Depois de na última edição patrocinar uma equipa associando-a à campanha “Turn the Tide on Plastic”, a Fundação Mirpuri criou a Mirpuri Foundation Racing Team, assumindo que entrará na The Ocean Race 2022-23 com o objectivo de lutar pela vitória.

Para isso, a Fundação Mirpuri escolheu Yoann Richomme, que já venceu as míticas regatas Solitaire du Figaro e a Route do Rhum, para liderar o VO65 de bandeira portuguesa e o francês, embora não assuma a entrada da equipa na The Ocean Race Europa, afirma que será “uma oportunidade perfeita” e o “tipo de competição para que a Mirpuri Foundation Racing Team foi projectada”.

Sugerir correcção