A dor de cabeça do que ainda separa a Alemanha, 30 anos após a reunificação

Muitos indicadores confirmam convergência, mas o maior apoio ao partido xenófobo AfD no Leste levou a que houvesse um maior questionamento das raízes desta diferença.

Foto
Os 30 anos da reunificaçao celebram-se neste sábado Reuters

É mais o que une as duas Alemanhas do que as separa: demografia, escolaridade, reformas ou participação das mulheres no mercado de trabalho, sublinhavam dois relatórios publicados em Setembro, pouco antes de se assinalarem 30 anos sobre a reunificação, que se comemora este sábado. Há, no entanto, preferências que se mantém, dizia num apontamento lateral um relatório do Instituto para a População e Desenvolvimento: na parte Leste joga-se mais voleibol, na Ocidental, ténis.