Entre Expectativa e Realidade, Zé Manel experimenta novos sons em Pressa

O cantor e compositor Zé Manel, conhecido de projectos como os Fingertips ou Darko, prepara-se para lançar em nome próprio dois EP que, pelo anunciado número de faixas, poderão ser considerados álbuns. A primeira parte, Expectativa, será lançada em finais de Outubro e tem nove canções. E a segunda, Realidade, só sairá em 2021. Da primeira, foi já divulgado o single e videoclipe Pessoas reais e hoje estreia-se Pressa, tema com produção de Beatoven e Tekilla e videoclipe de António Medeiros e Afonso Ponto.

Numa entrevista que acompanha a divulgação do single, Zé Manel diz: “Pressa foi a primeira experiência que fiz com o [produtor luso-angolano] Beatoven e que me fez apaixonar por um lado da minha música que desconhecia.” Com 32 anos de idade e 17 dedicados à música, Zé Manel diz ainda: “Ao longo da minha vida, profissional e existencial, sempre me inquietei com a importância de nos descobrirmos, aceitarmos e afirmarmos de forma alheia a ideias pré-concebidas e ao statu quo. Tento explicar esse processo através da minha música de forma a que quem a ouve possa perceber que somos muitas coisas e que essa busca é inerente à nossa condição humana.” Daí os dois títulos, que se completam: “O Expectativa é o que penso quererem de mim, é o que eu quero transmitir e talvez quem eu gostaria de ser. O Realidade é aquilo de que não consigo fugir, que me é intrínseco, talvez de não tão fácil digestão. É o meu avesso.”

Quanto à música que vai resultando destas suas experiências, afirma: “Tento fazer discos que eu compraria e que me emocionem de alguma forma. Hoje há espaço para tudo e para nada em simultâneo, portanto ficará nas mãos dos meios de divulgação e dos ouvintes quererem retribuir-me o abraço que lhes tento dar com a minha música ou não.”

Sugerir correcção