Movimento Cidadãos por Coimbra quer pôr a cidade a discutir a beira rio

Antiga área industrial ribeirinha vai mudar com a chegada do metrobus. Resta saber como e movimento quer iniciar conversa.

Foto
A antiga fábrica Ideal, cuja ruína ardeu em 2011, será uma unidade residencial médica SA Sergio Azenha

A faixa entre o rio Mondego e o miolo da Baixa de Coimbra está em suspenso há vários anos, encaixada entre a linha ferroviária que liga Coimbra B à Estação Nova e a avenida Fernão de Magalhães. Recheada de antigos edifícios industriais devolutos e espaços vazios, a frente ribeirinha ficou refém da promessa de um metropolitano ligeiro de superfície que iria substituir o caminho de ferro e abrir uma via de ligação ao centro da cidade.