radiohead,thom-yorke,first-breath-after-coma,noiserv,culturaipsilon,musica,
Vera Marmelo

Tinha medo de não conseguir fazer mais e ofereceu-nos um disco em forma de Noiserv

Uma Palavra Começada por N é o álbum em que Noiserv se entrega de forma decidida ao português e isso é novo. É o álbum em que este solitário e meticuloso artesão sonoro procura subtis rearranjos da sua marca criativa, como se ouve em Sempre rente ao chão, cujo vídeo estreamos agora no Ípsilon. É um álbum sobre receios, para ouvir sem receio.

Esta quinta-feira é estreado no Ípsilon o último vídeo e, com ele, Sempre rente ao chão, a canção que faltava conhecer de Uma Palavra Começada por N, o quarto longa-duração de Noiserv. O álbum é editado esta sexta-feira e, agora que podemos comprá-lo, agora que podemos ouvir cada uma das onze canções enquanto nos demoramos a observar a capa (em impressão lenticular que permite que aquilo que vemos se transforme enquanto a manuseamos), já conhecemos toda a música ali contida. Isso não quer dizer, porém, que conheçamos verdadeiramente Uma Palavra Começada por N, o álbum da viragem decidida para os versos em português. O ritmo que Noiserv emprega à música que cria é lento, quase meditativo. Exige tempo. E, por isso, através dos vídeos, podemos já ter ouvido as canções do álbum, mas ainda não conhecemos o disco que elas formam.