Duplicação da taxa de resíduos só entra em vigor em Janeiro, mas Governo não evita críticas

Associações do sector da gestão de resíduos consideram decisão extemporânea e ineficaz. Ambientalistas aplaudem.

Foto
Governo quer estimular a separação dos resíduos Inês Fernandes

A partir de Janeiro, depositar uma tonelada de lixo em aterro vai custar o dobro do preço actual, passando para 22 euros, uma medida que afectará também os custos da incineração de lixo, que pagam 25% daquele valor. A alteração do valor da Taxa de Gestão de Resíduos (TGR), que o Governo tinha prometido para Setembro, foi aprovada esta semana, mas nem com o adiamento da sua entrada em vigor o Ministério do Ambiente escapou às críticas do sector dos resíduos que considera marginal o efeito deste aumento na reciclagem, mas admite que ele será “muito significativo nos custos impostos aos municípios e famílias”.