direitos-humanos,politica,migracao,uniao-europeia,grecia,europa,
Fotogaleria
LUSA/VANGELIS PAPANTONIS
direitos-humanos,politica,migracao,uniao-europeia,grecia,europa,
Fotogaleria
LUSA/VANGELIS PAPANTONIS
direitos-humanos,politica,migracao,uniao-europeia,grecia,europa,
Fotogaleria
LUSA/VANGELIS PAPANTONIS
Fotogaleria
LUSA/VANGELIS PAPANTONIS
direitos-humanos,politica,migracao,uniao-europeia,grecia,europa,
Fotogaleria
LUSA/VANGELIS PAPANTONIS
,Refugiado
Fotogaleria
LUSA/VANGELIS PAPANTONIS
Fotogaleria
LUSA/VANGELIS PAPANTONIS

Marisa Matias visita novo campo de refugiados em Lesbos: “É como viver numa prisão a céu aberto”

A eurodeputada do BE e candidata a Belém está desde quinta-feira em Lesbos, a ilha grega que albergava o maior campo de refugiados da Europa. No início deste mês, o Campo de Moria foi completamente destruído por um incêndio que deixou mais de 12 mil pessoas desalojadas.

“Uma situação desumana que resulta do desinteresse político.” No segundo dia de visita ao maior campo de refugiados e imigrantes na Europa, Marisa Matias fez um balanço do quadro de abandono na ilha de Lesbos, onde mais de seis mil pessoas continuam desalojadas à espera de um lugar no campo improvisado de Kara Tepe. A eurodeputada conversou com o PÚBLICO e relatou o cenário de destruição do que resta do Campo de Moria, na ilha grega de Lesbos, que por estes dias milhares de pessoas vão deixando.