Incêndio no Túnel João XXI em Lisboa já foi extinto mas trânsito mantém-se cortado

Em declarações à agência Lusa, fonte do Regimento Sapadores de Bombeiros disse que os operacionais se mantêm a efectuar a ventilação do local, que ficou com muito fumo.

bombeiros,transito,local,lisboa,
Foto
LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS

O incêndio que deflagrou sexta-feira de manhã num posto de transformação no interior do Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, que está cortado ao trânsito, foi extinto às 10h55, segundo os bombeiros.

Em declarações à agência Lusa, fonte do Regimento Sapadores de Bombeiros disse que os operacionais se mantêm a efectuar a ventilação do local, que ficou com muito fumo.

Em declarações à Correio da Manhã TV, o comandante do Regimento de Sapadores de Bombeiros, Tiago Lopes, referiu também que estava a ser feita a ventilação do local, após a extinção do fogo e a remoção das 13 viaturas que tinham sido abandonadas pelos automobilistas quando se aperceberam do incêndio.

Depois da ventilação, segundo o comandante, vai ser feita uma inspecção ao túnel.

O vereador responsável pela Proteccão Civil na Câmara Municipal, Carlos Castro, disse que o túnel vai manter-se encerrado até que seja feita a inspecção.

“Vamos manter o túnel fechado para fazer uma avaliação do local e tomar as necessárias medidas para restabelecer a situação”, disse.

O incêndio, que motivou o corte de trânsito nos dois sentidos pelas 09h40, não fez vítimas.

As autoridades tinham avançado anteriormente tratar-se de um fogo num posto de transformação da EDP.

Num comunicado divulgado entretanto, a EDP Distribuição diz que o posto de transformação e o gerador associado não pertencem à empresa, e dá conta de uma avaria na rede de média tensão na zona do Campo Pequeno.

“As equipas operacionais estão no terreno com vista à rápida resolução, recorrendo a uma central móvel”, refere.

A empresa diz ainda que as causas do incêndio ocorrido na Avenida João XXI “estão a ser apuradas em ligação com a Protecção Civil”.

Sugerir correcção